8 de Julho de 2008 / às 13:15 / em 9 anos

ENTREVISTA-Sheryl Crow traz clima natalino antecipado em novo CD

Por Gary Graff

LOS ANGELES (Billboard) - O Natal chegou cedo este ano para Sheryl Crow, graças ao seu álbum de canções natalinas que começará a ser vendido em setembro nas lojas Hallmark Gold Crown, nos Estados Unidos.

A cantora gravou o álbum, ainda sem título, para a série anual da Hallmark com o produtor Bill Bottrell, que trabalhou com ela em seu álbum de estréia, “Tuesday Night Music Club”, de 1993, e em seu segundo álbum, intitulado simplesmente “Sheryl Crow”.

Entre os artistas que já gravaram na série de Hallmark estão James Taylor, Barry Manilow e George Strait.

PERGUNTA -- O que fez você tomar um rumo natalino?

RESPOSTA -- Eu queria fazer isso havia algum tempo, então, quando a oportunidade apareceu, eu não hesitei. Adoro música natalina. Todos os anos temos um ritual após a missa de Natal: 40 ou 50 pessoas vêm para casa, e tocamos músicas de Natal. Cantamos mais ou menos as mesmas músicas todos os anos, e todo ano eu digo “um dia vou fazer as minhas músicas de Natal”. Já foram lançados muitos discos de Natal fantásticos, mas há lugar para todos.

P -- Tendo em vista seus amigos e as pessoas com quem você anda, a noite de Natal na casa de Sheryl Crow soa surpreendente. E se as pessoas desafinam, levam bronca?

R -- Não, não, isso é normal. É o que chamamos de arte, interpretação!

P -- Que abordagem você escolheu para o lançamento?

R -- O álbum é simplesmente maravilhoso. É um disco humilde; é muito doce, inocente, e remete um pouco aos anos 1960 ou 1970 em sua produção. É muito diferente de qualquer outro disco de Natal que já ouvi.

P -- E o repertório?

R -- Há uma versão linda, soul, de “Noite Feliz”. E para “All Through the Night”, que é uma canção natalina tradicional, Bottrell fez um arranjo lindo que é um pouco diferente da versão tradicional, tipo hino. Mas a letra é maravilhosa. E há algumas canções que são divertidas e que todo o mundo ama: “Merry Christmas, Baby”, “White Christmas” e coisas assim.

P -- Essa seleção reflete suas próprias canções favoritas de Natal?

R -- Sim, mas muitas delas nós escolhemos por serem apropriadas para o momento pelo qual estamos passando. Temos muitos jovens que estão longe de suas famílias, em outros países. Então vamos fazer “I’ll Be Home for Christmas” e “The Bells of St. Mary”, porque falam de alguém que está longe de casa. E Bill compôs uma canção chamada “Hello, Friend”, sobre pessoas que se reencontram no Natal, que eu achei realmente comovente.

P -- É estranho estar gravando essas canções em junho?

R -- É estranho, mas meus Natais geralmente são assim. Nunca fez frio ou choveu quando estive aqui. As temporadas de Natal que passei aqui sempre foram ensolaradas. Natal em Los Angeles é assim.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below