March 2, 2017 / 3:49 PM / 2 years ago

Pintura de Klimt é vendida em leilão por US$59 mi e quebra recorde em Londres

LONDRES (Reuters) - Uma pintura de flores de Gustav Klimt foi vendida em Londres por 59 milhões de dólares, quantia recorde por uma peça do artista austríaco e o terceiro maior preço por uma obra de arte em leilões na Europa, informou nesta quinta-feira a casa de leilões Sotheby’s.

Descrita no catálogo do leilão como um clássico da arte fin-de-siècle de Viena, “Bauerngarten”, finalizada em 1907, retrata papoulas, margaridas e rosas florescendo em um jardim.

O quadro foi a estrela da venda de artes impressionistas, modernistas e surrealistas, que ocorreu na noite de quarta-feira.

O leilão como um todo arrecadou 241 milhões de dólares, que, segundo a Sotheby’s, foi o leilão de maior arrecadação em Londres, impulsionado em maioria por compradores asiáticos.

“O resultado incrível desta noite é um novo marco para as vendas de Londres, como é uma declaração do momento do mercado de arte global em 2017”, disse Helena Newman, diretora da Sotheby’s Europe, em comunicado.

As duas peças de arte previamente vendidas por preços mais altos em leilões europeus foram “Walking Man I”, do escultor suíço Alberto Giacometti, vendida por 65 milhões de libras em 2010, e “The Massacre of the Innocents”, de Peter Paul Rubens, vendida por 49,5 milhões de libras em 2002.

Outro destaque do leilão de quarta-feira foi a venda por 17 milhões de libras de “Plant de Tomates”, trabalho de 1944 de Pablo Picasso, segundo a Sotheby’s.

Reportagem de Estelle Shirbon

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below