November 3, 2017 / 5:33 PM / a year ago

Artista marfinense inova em campanha contra assédio sexual com escultura capilar

DACAR (Thomson Reuters Foundation) - Uma artista de 21 anos da Costa do Marfim encontrou uma maneira nova e chamativa de despertar atenção para a campanha contra assédio sexual #MeToo (EuTambém): esculpindo a imagem de um homem erguendo a saia de uma mulher nos cabelos.

Laetitia Ky cria esculturas capilares para enfatizar a beleza natural das mulheres negras que, segundo ela, é menosprezada no reino da moda e do entretenimento.

    Quando mulheres de todo o mundo começaram a compartilhar experiências de assédio e abuso sexual nas redes sociais usando a hashtag #MeToo – movimento desencadeado pelas alegações contra o produtor de cinema norte-americano Harvey Weinstein –, ela soube que queria participar.

    “Como todo mundo, vi a onda de mulheres se pronunciando e isso me tocou imensamente”, disse Ky à Thomson Reuters Foundation. “Espero que mulheres de todas as partes do mundo acordem e se rebelem”.

    Ky publicou uma foto de sua arte capilar no Facebook e no Instagram, junto com a história de uma amiga que escapou por pouco de ser estuprada. Ela convidou outras mulheres a enviarem mensagens se quiserem dividir suas histórias.

    “Os testemunhos não param”, contou.

    Muitas mulheres da África Ocidental disseram que as agressões sexuais são generalizadas, mas também o tabu de que a pessoa pode ser marginalizada ou considerada indesejável para casar se falar a respeito.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below