December 30, 2017 / 7:03 PM / 10 months ago

Censores da Índia liberam controverso filme de Bollywood

Por Promit Mukherjee e Shilpa Jamkhandikar

MUMBAI (Reuters) - Censores da Índia liberaram neste sábado um filme controverso apoiado pela Viacom que analisa a relação entre uma rainha hindu e um governante muçulmano, depois de sugerir algumas modificações.

O filme de Bollywood, que deveria ser lançado em 1º de dezembro, foi adiado indefinidamente por um estúdio administrado por uma parceria entre Viacom e Network 18, de propriedade da Reliance Industries de Mumbai. Isso ocorreu após discussões sobre seu conteúdo histórico, em Estados como Rajasthan e Maharashtra.

Integrantes de grupos hindus, bem como o partido Bharatiya Janata (BJP), criticaram o filme “Padmavati”, acusando seu diretor de distorcer a história ao mostrar o governante muçulmano Alauddin Khilji como “amante” da rainha Padmavati, pertencente ao clã guerreiro Rajput.

“Essa foi uma situação sem precedentes e difícil”, disse Prasoon Joshi, presidente do CBFC, responsável pela certificação de filmes, por e-mail.

“Estou contente de que, seguindo uma abordagem equilibrada, resolvemos a tarefa de forma pragmática e positiva.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below