January 15, 2018 / 3:45 PM / 9 months ago

Museu suíço reconsidera pedido de devolução de obras de arte da era nazista

ZURIQUE (Reuters) - A Suíça está novamente no centro de uma disputa sobre artes da era nazista, uma vez que o Museu de Arte da Basileia vai reconsiderar um pedido para devolver uma coleção de um historiador judeu a seus descendentes.

O museu rejeitou o mesmo pedido de restituição em 2008.

O museu possui 120 desenhos e pinturas, incluindo uma litografia “Madonna” de Edvard Munch que vale milhões de dólares, que pertencia a Curt Glaser.

Glaser leiloou as obras em 1993 após perder seu emprego liderando a Livraria de Arte Estatal da Prússia, em Berlim, de e ser despejado de sua casa na primeira onda de leis antissemitas do nazismo.

O diretor do Museu de Arte da Basileia convocou uma força-tarefa depois que os herdeiros de Glaser pediram que o caso fosse reaberto, citando documentos descobertos que, segundo eles, reforçam suas reivindicações.

“Esperamos que não seja colocado em segundo plano para que todos se esqueçam novamente”, disse Valerie Sattler, sobrinha-neta da Glaser.

O museu pode anunciar uma reunião com a família e seu advogado já nesta semana, disse uma porta-voz nesta segunda-feira.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below