January 23, 2018 / 6:06 PM / 10 months ago

“Antipoeta” chileno Nicanor Parra morre aos 103 anos

SANTIAGO (Reuters) - O poeta e acadêmico universitário chileno Nicanor Parra, um dos autores mais influentes da literatura latino-americana na segunda metade do século 20, morreu nesta terça-feira, aos 103 anos.

O “antipoeta”, nascido em 1914, recebeu em 2011 o prestigioso prêmio Cervantes e passou seus últimos anos em um balneário a sudoeste de Santiago.

“O Chile perde um dos maiores autores da história de nossa literatura e uma voz singular na cultura ocidental. Estou comovida pelo falecimento de Nicanor Parra. Meus mais profundos pêsames à família”, disse a presidente do Chile, Michelle Bachelet, em sua conta no Twitter.

O presidente eleito do chile, Sebastián Piñera, também reconheceu a contribuição de Parra à sociedade chilena e pediu um minuto de silêncio em homenagem ao autor durante o ato de nomeação de seu futuro gabinete de governo.

Alguns de seus livros mais conhecidos são “Cancionero sin nombre”, “Manifiesto” e “Cachureos, ecopoemas, guatapiques, últimas prédicas”.

Nicanor Parra, que também era professor de matemática e física, era o irmão mais velho de uma família de artistas, incluindo a cantora e compositora chilena Violeta Parra.

Por Fabián Andrés Cambero

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below