October 2, 2019 / 6:36 PM / a month ago

Estampas grandes e pequenas dominam passarelas coloridas de primavera

(Reuters) - Em dúvida sobre o que vestir nas férias? Muitas cores e estampas ousadas de todos os tamanhos e formas, de acordo com estilistas que apresentaram suas criações mais recentes nas passarelas de Nova York, Londres, Milão e Paris.

Desfile da Marc Jacobs na Semana de Moda de Nova York 12/09/2019 REUTERS/Caitlin Ochs

Após quase quatro semanas de desfiles que começaram em Nova York no início de setembro, o calendário de moda feminina primavera/verão 2020 terminou em Paris na terça-feira com apresentações coloridas da Chanel e da Louis Vuitton.

Perucas de cores brilhantes e muitas estampas de animais no desfile de Jeremy Scott em Nova York lançaram a tendência. No desfile de Carolina Herrera apareceram peças florais.

“Na primavera todos amam uma boa estampa”, disse Marielle Bobo, diretora de moda da revista Essence. “Estampas mistas foram algo que vimos muito nas passarelas aqui em Nova York”.

Bobo disse ter notado muitas criações em verde limão. As cores brilhantes inauguraram os desfiles londrinos, que começaram com a linha de Mark Fast inspirada na floresta tropical. Cores ousadas também surgiram em vestidos e sapatos de Molly Goddard e Victoria Beckham.

“Vimos um grande uso de cores, seja tons nude misturados com laranjas saturados ou verdes e azuis”, disse PC Williams, estilista sediada em Londres.

“Um uso interessante de detalhes de desenho, amei particularmente o detalhe de penas e franjas usado em muitos desenhos”.

As franjas apareceram na Burberry, cujo chefe de criação, Riccardo Tisci, decorou saias, mangas e vestidos com elas. Ele prestou homenagem à natureza, colocando árvores e animais em tops e saias estampadas.

O tema da natureza também foi evidente em Milão, onde Giorgio Armani batizou sua coleção de “Terra”, e o tema da selva dominou as passarelas de Versace e Dolce & Gabbana, com destaque para as estampas tropicais.

Na passarela com estampa de leopardo da Dolce & Gabbana, as modelos usaram combinações cáqui inspiradas em safáris, e depois as estampas de girafa, tigre, zebra e leopardo imperaram. Papagaios e pelicanos adornaram desenhos, assim como padrões florais, tropicais e de fruta.

“Realmente vimos a explosão do estilo selva da Versace com Jennifer Lopez na passarela com o vestido de selva... à Dolce & Gabbana (com) aquele fundo de selva e toda essa estampa de animais”, disse Silvia Grilli, editoria-chefe da Grazia italiana.

O tema verde continuou em Paris, onde Christian Dior revelou looks marcados por videiras, espinhos e cardos, enquanto Stella McCartney usou poliéster reciclado, algodão orgânico e ráfia sustentável em suas criações fluidas e florais.

Por Alicia Powell, em Nova York; Jayson Mansaray, em Londres; Marie-Louise Gumuchian, em Milão; e Michaela Cabrera, em Paris 

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below