for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Reino Unido pode descriminalizar não pagamento de taxa da BBC, diz ministro

REUTERS/Peter Nicholls

LONDRES (Reuters) - O Reino Unido está analisando se deve ou não descriminalizar a penalidade pelo não pagamento da “taxa de licença” da BBC de 154,50 libras (198 dólares) sobre todos os lares com televisão, disse o secretário da Justiça britânico, Robert Buckland, nesta terça-feira.

O primeiro-ministro, Boris Johnson, questionou na segunda-feira por que a BBC deve continuar recebendo apoio com a taxa anual, um dos maiores sinais até hoje de que o financiamento do principal provedor de notícias do Reino Unido poderá ser cortado.

“O que estamos falando como primeiro passo é a descriminalização do não pagamento da licença de TV”, disse Buckland à rádio BBC.

Ele afirmou que durante a campanha eleitoral as pessoas disseram estar preocupadas com o custo da taxa.

“É correto criminalizar e direcionar uma parte vulnerável da sociedade para o que realmente é uma questão de responsabilidade civil? Consultaríamos isso para descobrir se a criminalização é a maneira certa de abordar essa questão”, afirmou.

É uma ofensa criminal assistir à TV ou usar o BBC iplayer no Reino Unido sem uma licença de TV válida.

“A análise independente do próprio governo descobriu que o atual sistema de dissuasão e acusação criminal deve ser mantido”, disse um porta-voz da BBC em comunicado.

Por Guy Faulconbridge

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up