for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Príncipe Andrew evita caminhada de Natal e participa de outra missa

SANDRINGHAM, Inglaterra (Reuters) - O príncipe Andrew evitou nesta quarta-feira de Natal os holofotes e não participou da tradicional caminhada da família real até a igreja no meio da manhã londrina, após o que sua mãe, a rainha Elizabeth, disse em discurso ter sido um ano “conturbado”.

Família real deixa igreja de Santa Maria Madalena em Sandringham. REUTERS/Phil Noble

Andrew é o segundo filho da rainha Elizabeth e se mantém longe do foco depois de ter abandonado seus deveres reais no mês passado, devido a um escândalo sobre sua amizade com Jeffrey Epstein, condenado por abuso sexual.

Ele foi filmado caminhando com seu irmão, príncipe Charles, para a igreja de Santa Maria Madalena, em Sandringham, para a cerimônia das 9 horas. Assim, não se juntou a outros membros da família para a tradicional missa das 11 horas.

De acordo com a imprensa britânica, ele tomou a decisão pessoal de não participar da cerimônia e ficou em casa com seu pai, o príncipe Philip. O Palácio de Buckingham se negou a comentar o caso.

Philip, que tem 98 anos e cujo título oficial é Duque de Edimburgo, recebeu alta do hospital na terça-feira, onde estava sendo tratado de uma doença pré-existente, de acordo com o Palácio de Buckingham.

A rainha participou de ambas as cerimônias, informaram a Sky News e outros veículos de imprensa. Vestida de vermelho, Elizabeth chegou de carro, acompanhada por sua nora, Camilla, mulher do príncipe Charles, para a cerimônia das 11 horas.

Mais tarde, a rainha, que tem 93 anos, destacou em seu discurso de Natal a importância da reconciliação após um ano “turbulento” tanto para ela e sua família quando para o Reino Unido em meio a divisões sobre o Brexit.

“A trajetória, claro, nem sempre é tranquila e pode ter parecido em momentos deste ano bastante turbulenta, mas pequenos passos podem fazer muita diferença”, disse ela na mensagem filmada no Castelo de Windsor.

Nos últimos 12 meses, seu marido recebeu uma advertência policial por envolvimento em um acidente de carro, seus netos William e Harry brigaram publicamente e Andrew sofreu com sua proximidade com Epstein.

Andrew nega a acusação de uma mulher que diz ter sido traficada por Epstein e forçada a ter relações sexuais com seus amigos, incluindo o príncipe, quando tinha 17 anos. Epstein, que foi condenado pelo tráfico de dezenas de menores de idade, cometeu suicídio na prisão em agosto.

Charles, que tem 71 anos, também participou da cerimônia das 11 horas. Seu filho mais velho, William, estava presente com a mulher, Kate, e dois de seus herdeiros: o príncipe George e a princesa Charlotte.

Após o fim da missa, os quatro conversaram com a multidão que estava próxima à igreja. George, que tem 6 anos, e Charlotte, de 4, receberam presentes do público. Já Harry está passando o Natal no Canadá com sua mulher, Meghan, e o filho Archie.

Reportagem de Phil Noble

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up