for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Armani combina alfaiataria séria com cores vibrantes para show em Paris

Criações de Giorgio Armani em Paris 21/01/2020 REUTERS/Francois Lenoir

PARIS (Reuters) - O designer italiano Giorgio Armani manteve sua característica alfaiataria austera para a coleção de alta costura revelada na terça-feira em Paris - mas acrescentou uma pitada de cor.

Além manter o visual abotoado, o desfile aconteceu em um edifício onde já funcionou um banco, um forte contraste com o extravagante jardim herbáceo recriado para o desfile da Chanel realizado poucas horas antes.

Para sua marca de alta costura Armani Privé, o designer apresentou calças e vestidos baseados em formatos quadrados e linhas retas - acentuados pelos cortes de cabelo angulares das modelos na passarela.

Mas as linhas sóbrias e estruturas foram fermentadas por suntuosos tecidos de seda e cores vibrantes; magenta pareado com azul cobalto foi um tema recorrente.

Para a alfaiataria, houve ao menos uma concessão ao extravagante: um outrora sisudo vestido apresentava uma pétala transparente que saía do cinto cobrindo a frente da peça até o rosto da modelo.

Reportagem de Christian Lowe

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up