for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Grupo Benetton corta laços com fotógrafo Toscani por comentários sobre queda de ponte italiana

Fotógrafo Oliviero Toscani, com foto para catálogo da Benetton 5/3/1998 REUTERS

MILÃO (Reuters) - A transnacional italiana Benetton informou nesta quinta-feira que vai cortar os laços profissionais com Oliviero Toscani, o fotógrafo por trás da provocante campanha publicitária que ajudou a transformar a empresa em uma marca global nos anos 1980, devido a comentários feitos por ele sobre o colapso de uma ponte em Gênova.

O desastre de 2018 envolvendo a ponte Morandi, operada por uma unidade do grupo Atlantia, sob controle da família Benetton, atraiu fortes críticas à empresa e criou uma batalha política que ameaçava a lucrativa concessão de rodovias da transnacional.

No início desta semana, Toscani disse em um programa de rádio: “Quem se importa se uma ponte desabou?”. Em seguida, ele se desculpou com um tuíte, alegando sentia muito por suas “palavras confusas e excessivas” terem sido instrumentalizadas.

Por Elisa Anzolin

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up