for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Jurados pedem revisão de depoimento de Rosie Perez em julgamento de Weinstein

NOVA YORK (Reuters) - Os jurados do julgamento de estupro contra Harvey Weinstein parecem ter adotado uma abordagem metódica em suas deliberações nesta quarta-feira, ao pedir uma revisão do depoimento de uma ex-assistente de produção que afirma que Weinstein a estuprou e também o da atriz Rosie Perez.

O júri também pediu para ver textos da testemunha de defesa Paul Feldsher para Weinstein antes de encerrar seu segundo dia de deliberações. Os jurados devem continuar as discussões na quinta-feira.

Weinstein, sorrindo ao deixar o tribunal durante o dia, foi perguntado por um repórter se estava preocupado. A expressão no rosto do ex-produtor de Hollywood ficou séria e ele balançou a cabeça negativamente.

Weinstein, de 67 anos, se declarou inocente de agredir sexualmente a assistente de produção Mimi Haleyi em 2006 e de estuprar Jessica Mann, uma aspirante a atriz em 2013.

Os jurados pediram para revisar partes do testemunho de Haleyi, além de emails entre ela e Weinstein e emails de Weinstein mencionando-a.

Haleyi, que era assistente de produção do reality show de moda “Project Runway”, disse em depoimento que Weinstein a forçou fazer sexo oral em 2006 na casa dele em Nova York.

Os jurados também pediram para rever o testemunho da atriz Perez, que corroborou a acusação de Annabella Sciorra de que o ex-produtor a estuprou na década de 1990. Perez disse no julgamento que Sciorra contou a ela sobre o suposto ataque depois do ocorrido.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up