for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Choque de estilos da Louis Vuitton encerra Paris Fashion Week

Modelo desfila criação de Nicolas Ghesquiere para a Louis Vuitton na Paris Fashion Week 03/03/2020 REUTERS/Piroschka van de Wouw

(Reuters) - Louis Vuitton encerrou a Paris Fashion Week nesta terça-feira com uma mistura de looks retrô-chiques, esportivos e futuristas, com uma trilha sonora barroca cantada por um coral fantasiado.

Na escuridão, o público dentro do Louvre’s Court Carree sussurrou quando a cortina subiu para revelar um cenário com centenas de cantores vestidos em trajes de época do século 15 aos anos 1950.

As primeiras modelos desfilaram pela passarela em anáguas e jaquetas volumosas multicoloridas, em uma coleção que o estilista Nicolas Ghesquiere chamou de “Colisões de Tempo”.

Diante de uma plateia que incluía as atrizes Léa Seydoux, Alicia Vikander e Florence Pugh, as modelos também usaram roupas inspiradas no esporte, com jaquetas, macacão mecânico e boleros de toureiro bordados.

“Esta coleção é a anti-look-total”, disse Gesquiere. “Roupas funcionais podem ser roupas cerimoniais e vice-versa. Quero que seja aberta, enérgica e espontânea.”

A Louis Vuitton, carro-chefe do maior grupo de luxo do mundo, LVMH, encerrou a Paris Fashion Week. Esta temporada de desfiles foi impactada pelo surto de coronavírus, com alguns cancelamentos, enquanto em Milão Giorgio Armani fez sua apresentação a portas fechadas.

Reportando Laetitia Volga em Washington

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up