for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Festival de Cannes é adiado por conta do coronavírus, dizem organizadores

Homem passa pelo símbolo da Palma de Ouro perto do palácio que abriga o Festival de Cannes. 18/3/2020. REUTERS/Eric Gaillard

PARIS (Reuters) - O Festival de Cinema de Cannes, o maior do mundo, foi forçado a adiar sua próxima edição, marcada originalmente para maio, devido à pandemia de coronavírus, anunciaram os organizadores do evento anual na Riviera francesa nesta quinta-feira.

O adiamento segue semanas de especulação sobre se o festival, que atrai milhares de cineastas, celebridades e executivos para a cidade, aconteceria entre 12 e 23 de maio.

“Neste momento de crise sanitária global, nossos pensamentos estão com as vítimas da Covid-19 e expressamos solidariedade a todos que estão combatendo a doença”, diz a nota.

A França está no terceiro dia de isolamento com o objetivo de conter a propagação do coronavírus. Cerca de 11 mil casos foram oficialmente diagnosticados e 372 pessoas morreram.

Os organizadores, que haviam nomeado o diretor norte-americano Spike Lee como presidente do júri neste ano, disseram que várias novas datas estavam sendo avaliadas, incluindo no final de junho e no início de julho.

Não é a primeira vez que o festival é adiado. Seu evento inaugural em 1939 foi abreviado após a exibição de abertura de “O Corcunda de Notre Dame”, por causa da invasão da Polônia pela Alemanha no dia seguinte. Os prêmios foram eventualmente distribuídos em 2002.

Reportagem de John Irish em Paris e Jill Serjeant

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up