for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Coronavírus interrompe filmagens de Bollywood e dá holofote a trabalhadores temporários

Agentes de segurança em frente a cinema de Nova Délhi 25/01/2018 REUTERS/Saumya Khandelwal

MUMBAI (Thomson Reuters Foundation) - Milhares de trabalhadores temporários que constroem cenários para a indústria cinematográfica indiana ou que fazem figuração atrás de estrelas consagradas ficaram sem emprego, depois que todos os trabalhos de Bollywood foram suspensos, em uma tentativa de combater o surto de coronavírus.

Existem mais de 500.000 trabalhadores de Bollywood que recebem por dia, de acordo com sindicatos, e a maioria agora enfrenta um futuro incerto com a interrupção do setor de cinema e televisão do país de 19 a 31 de março.

A paralisação levou a Associação de Produtores da Índia a anunciar um fundo de ajuda para aqueles com pagamentos diários --o que inclui extras--, em um raro holofote para a força de trabalho invisível ou subestimada de Bollywood.

“É a primeira vez que os produtores demonstram interesse”, disse Ashok Dubey, secretário geral da Federação dos Funcionários de Cinema da Índia Ocidental.

“Uma produtora nos deu 4.000 pacotes de alimentos para distribuir entre os trabalhadores”, afirmou Dubey à Thomson Reuters Foundation.

A federação, cujos membros incluem 30 sindicatos cinematográficos, há muito tempo exige pagamento pontual de salários e melhores condições de trabalho para os contratados no dia-a-dia, acrescentou.

Sete pessoas morreram e mais de 400 testaram positivo para Covid-19 na Índia, de acordo com o Ministério da Saúde.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up