for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

HBO Max retira "...E o Vento Levou" do catálogo por representações racistas

Logo da HBO 09/03/2015 REUTERS/Robert Galbraith

(Reuters) - A HBO Max removeu temporariamente o épico drama “...E o Vento Levou” de seu serviço de streaming recém-lançado devido ao modo como representa a escravidão, informou a WarnerMedia nesta quarta-feira, juntando-se a outras empresas que suspenderam programas de TV controversos à medida que a demanda por sensibilidade racial aumenta nos Estados Unidos.

A morte de George Floyd sob custódia da polícia de Mineápolis desencadeou protestos ao redor do mundo contra a desigualdade racial, ao mesmo tempo em que forçou as empresas a checarem o racismo enraizado em programas e filmes populares que são considerados insensíveis.

A ViacomCBS não renovou “Cops” e a Netflix retirou a série “Little Britain” de sua programação, de acordo com diversos relatos.

O vencedor do Oscar “...E o Vento Levou” é ambientado em uma plantação no Estado da Geórgia durante a Guerra Civil e é baseado no livro de Margaret Mitchell.

“Essas representações racistas estavam erradas na época e estão erradas hoje, e achamos que manter esse título sem explicação e denúncia dessas representações seria irresponsável”, disse um porta-voz da WarnerMedia.

O filme voltará ao catálogo com uma “discussão de seu contexto histórico e uma denúncia dessas mesmas representações”, acrescentou o porta-voz.

A AT&T Inc, divisão da Warner Media, lançou o serviço HBO Max no mês passado com uma programação que inclui conteúdo da Warner Bros, New Line Cinema e Cartoon Network.

Por Neha Malara

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up