for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Cinemas de Los Angeles não conseguem liberação para reabrir

Pessoa usando máscara de proteção em frente ao painel de Hollywood em Los Angeles. 9/5/2020. REUTERS/Patrick T. Fallon

LOS ANGELES (Reuters) - Autoridades de Los Angeles disseram nesta quarta-feira que a produção de TV e filmes pode ser retomada na sexta-feira, mas as salas de cinema no maior mercado dos Estados Unidos terão que permanecer fechadas por causa da pandemia do coronavírus.

Autoridades estaduais da Califórnia afirmaram no início desta semana que havia possibilidade de os cinemas reabrirem na sexta-feira, aguardando aprovação das autoridades locais, com presença limitada a 25% da capacidade e outros protocolos de higiene e distanciamento social.

Os cinemas fecharam as portas em todo o mundo em meados de março para ajudar a conter a disseminação do coronavírus, e a produção de filmes e televisão também parou.

Em comunicado à imprensa, o condado de Los Angeles informou que museus, hotéis e academias podem reabrir a partir de sexta-feira, mas os cinemas permanecerão fechados.

A produção de televisão e cinema, grande parte na região de Los Angeles, pode recomeçar sob diretrizes elaboradas por uma força-tarefa de todo o setor, incluindo testes de Covid-19, verificações diárias de sintomas e outras salvaguardas para permitir que atores e outros profissionais voltem ao trabalho.

Apesar da luz verde, a produção na maioria dos filmes e programas de televisão não deve ser retomada até setembro.

Reportagem de Jill Serjeant

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up