for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Após atraso causado por isolamento, escultor Anish Kapoor expõe em mansão britânica

Escultor Anish Kapoor posa com esculturas nos jardins de Houghton Hall, em Norfolk 09/07/2020 REUTERS/Matthew Childs

LONDRES (Reuters) - Agora que o isolamento do coronavírus foi amenizado no Reino Unido, o escultor Anish Kapoor pode finalmente exibir seu trabalho em Houghton Hall, uma das mansões mais conhecidas do país.

A mostra de 24 esculturas de Kapoor deveria ter sido montada em março nas dependências e nos interiores históricos da mansão em Norfolk, no leste da Inglaterra, mas a Covid-19 adiou os planos.

O novo relaxamento do isolamento britânico no dia 4 de julho, porém, permitiu a reabertura de museus, galerias e atrações do patrimônio nacional.

A exibição do artista nascido na Índia, conhecido pela Órbita e pelo Parque Olímpico criados para a Olimpíada de Londres de 2012, inclui grandes obras em espelhos, pedra e mármore entalhado.

Ele disse que a propriedade, construída nos anos 1720 para o primeiro-ministro Robert Walpole, é um cenário ideal.

“Sem dúvida, Houghton Hall é um dos grandes monumentos, de certa maneira... deste país, por isso estar expondo obras nele, nas dependências aqui, é maravilhoso”.

“Ele também tem, acho, uma formalidade muito clara – a casa se abre para uma ampla perspectiva de uma tradição bastante longa de arranjo completamente claro. A escultura funciona muito bem em relação a isso”.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up