22 de Setembro de 2015 / às 16:18 / em 2 anos

Leonardo DiCaprio se une a movimento crescente contra combustíveis fósseis

BARCELONA (Reuters) - O ator Leonardo DiCaprio se uniu nesta terça-feira às mais de 400 instituições e 2 mil indivíduos que prometeram não usar mais combustíveis fósseis no momento em que novas pesquisas mostram que atualmente esses compromissos cobrem bens de 2,6 trilhões de dólares.

Ator Leonardo DiCaprio durante evento em Nova York. 21/09/2014 REUTERS/Shannon Stapleton

O relatório de especialistas em investimento revela que o movimento para desviar dinheiro dos combustíveis fósseis como petróleo, carvão e gás e o investimento em energia renovável e outras soluções de baixo consumo de carbono cresceu 50 vezes em um ano.

“A mudança climática está impactando severamente a saúde de nosso planeta e todos seus habitantes”, disse DiCaprio ao anunciar sua promessa em seu nome e no da Fundação Leonardo DiCaprio, que apoia projetos de conservação ambiental em todo o mundo.

“Precisamos fazer a transição para uma economia de energia limpa, que não dependa de combustíveis fósseis, o principal causador deste problema global”, acrescentou o célebre ambientalista em um comunicado.

Municípios e investidores de 43 países se comprometeram a parar de sustentar os combustíveis fósseis, incluindo o Sistema de Aposentadoria dos Servidores Públicos da Califórnia, o Fundo de Pensão da Noruega, a Associação Médica Canadense e o Conselho Mundial de Igrejas, informou a coalizão que endossa o movimento. 

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below