May 23, 2018 / 3:26 PM / 5 months ago

Trump se diz imune a processo de ex-participante de "O Aprendiz" que o acusou de assédio sexual

NOVA YORK (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu ao principal tribunal do Estado de Nova York para adiar uma ação civil de difamação apresentada por uma ex-participante de seu antigo reality show “O Aprendiz” que o acusou de assédio sexual, alegando ter imunidade e negando as alegações.

Summer Zervos em Los Angeles 17/01/2017 REUTERS/Mike Blake

Trump está contestando um veredicto de 20 de março da juíza Jennifer Schecter, da Suprema Corte Estadual de Manhattan, que permitiu o prosseguimento do caso. Uma audiência preliminar diante da juíza está marcada para 5 de junho, segundo registros do tribunal.

Em documentos apresentados na segunda-feira, Trump solicitou ao Tribunal de Apelações estadual que a ação civil de Summer Zervos seja adiada porque todo presidente norte-americano no exercício do cargo é imune a processos em cortes estaduais enquanto estiver na Casa Branca.

Em outros documentos apresentados na noite de terça-feira, Trump respondeu formalmente à queixa, voltando a negar as alegações ou dizendo não ter informações suficientes para fazer um juízo.

Dizendo que “ninguém está acima da lei”, Jennifer Schecter rejeitou o argumento de imunidade para condutas particulares anteriores à sua posse como presidente.

No dia 17 de maio um tribunal de apelações estadual intermediário se recusou a adiar o processo de Summer, mas sem julgar seus méritos.

Trump disse que essa recusa equivale a uma “ordem final apelável” que justifica uma intervenção do Tribunal de Apelações.

A advogada de Summer, Mariann Wang, disse em um email que Trump “já fracassou em seu esforço para frear esta ação duas vezes, e por uma boa razão. Ninguém está acima da lei”.

“Estamos esperando para provar que o acusado mentiu quando atacou a senhorita Zervos por dizer a verdade a respeito de seus toques sexuais indesejados”, acrescentou Mariann.

Summer acusou de Trump de beijá-la e apalpá-la à força depois que ela lhe pediu conselhos profissionais em 2007.

Ela fez a denúncia durante a campanha presidencial de 2016, e Trump classificou alegações do mesmo tipo feitas por várias mulheres como “mentiras”. O presidente também republicou um tuíte qualificando as afirmações de Summer como uma “farsa”.

A ex-participante de “O Aprendiz” sustenta que Trump a difamou ao rotulá-la como mentirosa. Ela busca uma retratação ou um pedido de desculpas, indenização compensatória e indenização em sua ação civil.

Reportagem adicional de Susan Heavey, em Washington

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below