June 7, 2018 / 12:44 PM / 4 months ago

Trump comuta pena de presidiária após pedido de Kim Kardashian

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comutou na quarta-feira a pena de prisão perpétua de uma mulher condenada por um crime relacionado a drogas cuja causa foi abraçada pela celebridade Kim Kardashian West, e está disposto a usar seus poderes constitucionais de clemência para aliviar as sentenças de dezenas de condenados, disse uma fonte da Casa Branca.

Kim Kardashian 04/06/2018 REUTERS/Shannon Stapleton

Alice Marie Johnson, de 63 anos, já cumpriu mais de 20 anos de sua pena por conspiração ligada a drogas e lavagem de dinheiro. Alice “foi uma prisioneira modelo ao longo das duas últimas décadas”, disse a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, em um comunicado.

Sarah disse que, embora “este governo sempre vá ser muito duro com o crime, acredita que aqueles que pagaram sua dívida à sociedade e trabalharam duro para se aprimorar na prisão merecem uma segunda chance”.

Kim Kardashian abordou Trump pessoalmente e também se encontrou com Jared Kushner, importante assessor de Trump que vem liderando esforços para reformar o sistema prisional e de atribuição de penas do governo.

Embora Alice mereça clemência, a maneira como seu caso foi levado à atenção de Trump foi inédita e é de se perguntar se foi justa, disse Margaret Love, que já atuou no Departamento de Justiça dos EUA como encarregada pelos perdões.

“Isto jamais havia sido feito”, afirmou.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below