August 31, 2018 / 8:59 PM / in 3 months

Festival de Veneza avança para igualdade de gênero, mas não apresenta sinais de cotas

Logo do 75º Festival Internacional de Veneza, na Itália 28/08/2018 REUTERS/Tony Gentile

VENEZA, Itália (Reuters) - Os organizadores do Festival Internacional de Cinema de Veneza assinaram uma promessa nesta sexta-feira de trabalhar em direção à igualdade de gênero, esperando acalmar críticos que os acusaram de colocar de lado cineastas mulheres.

O Festival de Veneza segue os festivais europeus de Cannes e Locarno ao prometer um número igual de mulheres e homens em sua alta administração até 2020 – mas rejeitou qualquer sistema de cotas para selecionar os filmes que irão competir.

Entre os 21 filmes disputando o Leão de Ouro neste ano, somente um foi dirigido por uma mulher: “The Nightingale”, da australiana Jennifer Kent.

A promessa não chega nem perto do que algumas pessoas exigem. Em carta aberta a Alberto Barbera, diretor artístico do festival, manifestantes pediram uma dura ação para encerrar um “sistema manipulado que favorece principalmente homens brancos”.

“Alberto Barbera, você irá prometer igualdade de gênero 50/50 para diretoras? Você terá seu time treinado em Vieses Inconscientes?”, dizia a carta da Rede Audiovisual Europeia de Mulheres e da rede internacional Mulheres em Filmes & TV.

O Festival Internacional de Cinema de Veneza vai de 29 de agosto a 8 de setembro.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below