for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Noel Gallagher conquista dois troféus na premiação da revista britânica Q

Noel Gallagher em premiação da Fifa 24/9/2018 Action Images via Reuters/John Sibley

LONDRES (Reuters) - O roqueiro Noel Gallagher brilhou no Q Awards em Londres nesta quarta-feira, recebendo dois prêmios na cerimônia anual realizada pela revista britânica Q.

O ex-compositor do Oasis, que lançou seu terceiro álbum “Who Built the Moon?” com sua banda High Flying Birds no ano passado, foi premiado como Melhor Artista Solo e pela Contribuição Notável à Música na premiação criada em 1990. O cantor e compositor Paul Weller, que foi alçado à fama com o The Jam nos anos 1970 e na semana passada fez um show cobrindo toda a sua carreira no Royal Festival Hall em Londres, foi escolhido como Melhor Artista do Mundo Hoje. O duo pop Let’s Eat Grandma levou o prêmio de Melhor Álbum por “I’m All Ears”, e o de Melhor Artista Novo foi dividido pelas bandas Goat Girl e Idles. As duas categorias são duas de várias que são votadas pelos leitores da revista. Entre os outros homenageados estiveram Brett Anderson, vocalista do Suede que ficou com o prêmio pelo Conjunto da Obra, Nile Rodgers, cofundador do Chic que levou a estatueta de Lenda e Ian McCulloch, vocalista do Echo & The Bunnymen premiado como Ícone.

A banda indie Wolf Alice, que no mês passado conquistou o respeitoso Prêmio Mercury britânico pelo disco “Visions of a Life”, aclamado pela crítica, foi eleita a Melhor Banda ao Vivo.

Por Marie-Louise Gumuchian e Hanna Rantala

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up