March 16, 2019 / 5:27 PM / 7 months ago

Desafiando ameaças, cantora afegã Aryana volta para casa para encorajar mulheres

CABUL (Reuters) - Cada vez que Aryana Sayeed, uma das cantoras mais famosas do Afeganistão, retorna para o seu país de origem, ela desafia ameaças e enfrenta escrutínio até sobre sua escolha de roupas.

Mesmo assim, ela retorna com frequência, tanto para encorajar as mulheres em um país rígido, quanto para compartilhar a sua música, uma mistura de pop com canções tradicionais.

“É realmente difícil para mim, como cantora, conduzir meu trabalho no Afeganistão com o tipo de pressão que tenho em mente, as ameaças que recebo regularmente, os ataques nas redes sociais”, disse, em uma entrevista, em Cabul.

“Eu recebo mensagens, algumas bem assustadoras.”

Aryana, como é normalmente conhecida, apresentou-se, semana passada, no Afghan Star, uma competição de cantores na televisão.

Em 2017, Aryana enfureceu os afegãos conservadores quando ela foi fotografada usando um vestido colorido em um concerto em Paris. Os clérigos ameaçaram que ela seria morta se ela retornasse para realizar um concerto agendado em Cabul.

Ela se apresentou mesmo assim.

“As pessoas adoram ouvir sua voz. Mas elas não a amam”, disse o cineasta Sadam Wahidi, que está trabalhando em um documentário sobre Aryana, que é frequentemente comparado à estrela Kim Kardashian.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below