for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

França corre para treinar artesãos para reconstruir Notre-Dame

Jovens em treinamento na associação Les Compagnons du Devoir, em Gennevilliers, perto de Paris 24/4/2019 REUTERS/Benoit Tessier

PARIS (Reuters) - A França corre para reconstruir a mundialmente famosa catedral de Notre-Dame, e Romain Legoube, um aprendiz de carpinteiro de 18 anos, tem esperança de estar entre os escolhidos para a prestigiosa tarefa de restaurar o centenário teto da igreja.

“Seria uma conquista poder dizer que participei da criação da Notre-Dame’, disse Legoube à Reuters.

Legoube é um dos cerca de mil estudantes treinados todos os anos pela Les Compagnons du Devoir, uma associação de artesãos criada há 70 anos com um toque de tradições medievais e que treina pessoas em diferentes ofícios.

Embora entristecido pelo incêndio de 15 de abril que destruiu o teto de carvalho, Legoube espera um dia adentrar a nave da catedral e reconstruir a estrutura do telhado, assim como construtores de catedrais fizeram antes dele.

Primeiro, porém, ele precisa conseguir sua certificação, e viajar por canteiros de obras na França e em outros países para se tornar um artesão habilitado.

Jean-Claude Bellanger, que chefia a associação Compagnons du Devoir, alertou o governo francês após o incêndio sobre a falta de mão de obra no setor de construção, fator que pode retardar o restauro de Notre-Dame.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up