May 13, 2019 / 8:10 PM / 5 months ago

Hollywood chega a Cannes com holofotes voltados a Tarantino

CANNES, França (Reuters) - Cannes terá uma ajudinha de Hollywood para dar destaque à sua programação deste ano graças à volta de Quentin Tarantino com grandes estrelas a tiracolo, dando o tom de um festival que quer manter a coroa de maior vitrine de estreias cinematográficas do mundo.

Quentin Tarantino discursa em abertura de festival em Lyon, na França 08/10/2016 REUTERS/Robert Pratta

A inclusão de última hora do novo filme de Tarantino, após o suspense digno de cinema de sua corrida para finalizar a edição a tempo, completa uma hoste de veteranos pesos-pesados de Cannes que disputarão espaço com uma leva de jovens novatos.

Após uma escassez notável de filmes norte-americanos no Festival Internacional de Cinema de Cannes no ano passado, “Era uma Vez... em Hollywood”, homenagem do diretor de “Pulp Fiction” à indústria do cinema estrelada por Brad Pitt, Margot Robbie e Leonardo DiCaprio, adicionará uma dose de glamour aos lançamentos nos tapetes vermelhos da Riviera Francesa ao longo da próxima quinzena.

“(Tarantino) é um dos maiores diretores de sua geração”, disse o diretor do festival, Thierry Frémaux, em uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira.

“A presença que ele traz em termos de impacto e valor artístico é um elemento essencial de uma seleção como a deste ano.”

Entre os outros destaques está “The Dead Don’t Die”, frenesi zumbi de Jim Jarmusch que conta com um elenco notável que vai de Bill Murray e Tilda Swinton aos cantores Iggy Pop, Selena Gomez e Tom Waits.

Cannes vem lutando para encontrar seu lugar em um universo cinematográfico que muda rapidamente, é cada vez mais dominado por gigantes do streaming, como a Netflix, e no qual a competição com outros grandes festivais, como o de Veneza, se acirra.

Embora se orgulhe de exibir filmes menos comerciais e dar espaço a novatos, Cannes também sofre pressão para continuar relevante.

“Neste ano eles realmente apostaram mais alto”, disse Scott Roxborough, crítico da Hollywood Reporter, à Reuters. “A noite de abertura será um cineasta indie lendário, Jarmusch, e o filme de Tarantino acabou de ser finalizado e todos estão desesperados para vê-lo. Isso dará um verdadeiro impulso a Cannes.”

A pré-estreia da cinebiografia de Elton John, “Rocketman”, protagonizada por Taron Egerton, também será um atrativo, opinou Roxborough.

Outros frequentadores de Cannes que estarão de volta são o britânico Ken Loach, o norte-americano Terrence Mallick e o espanhol Pedro Almodóvar, que enfrentará vários estreantes na competição principal.

As exibições começam em 14 de maio.

Reportagem adicional de Johnny Cotton

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below