for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Ator Jussie Smollett não estará mais em "Empire", diz criador do programa

Ator Jussie Smollett deixa tribunal em Chicago 26/03/2019 REUTERS/Kamil Krzaczynski

LOS ANGELES (Reuters) - O ator Jussie Smollett não retornará ao programa de televisão “Empire”, afirmou o criador da série, confirmando publicamente pela primeira vez que o contrato do ator foi rescindido depois da polêmica envolvendo o fato de que ele teria comunicado falsamente que teria sofrido um crime de ódio.

Respondendo a informações da revista Variety que diziam que os roteiristas estariam discutindo cenários nos quais o personagem de Smollett voltaria à série no final da sexta temporada, o criador de “Empire”, Lee Daniels, publicou no Twitter na terça-feira: “Jussie NÃO estará de volta em Empire”.

Smollett, de 36 anos, que é negro e gay, iniciou uma escândalo ao comunicar à polícia em janeiro que teria sofrido um ataque de dois apoiadores do presidente norte-americano Donald Trump, que teriam colocado uma corda em seu pescoço enquanto gritavam ofensas racistas e homofóbicas em uma rua de Chicago.

A polícia de Chicago depois acusou Smollett de ter inventado o ataque, mas o ator manteve sua versão dos fatos e, em março, os promotores dispensaram as acusações criminais contra ele.

Smollett, que interpretava o cantor e compositor homossexual Jamal Lyon na série, que conta a história de uma família envolvida na indústria musical do hip-hop, foi retirado dos últimos episódios da quinta temporada da série no início do ano.

Reportagem de Jill Serjeant

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up