for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Veneza deve ser colocada em lista de risco da Unesco, pede grupo de conservação

Vista geral da cidade de Veneza, na Itália 09/06/2019 REUTERS/Manuel Silvestri

ROMA (Reuters) - Veneza deve ser colocada na lista de cidades em risco e navios de cruzeiro devem ser proibidos de adentrar as águas da cidade para prevenir um desastre ecológico, disse o principal grupo de conservação da Itália nesta segunda-feira.

O pedido ocorre menos de um mês após um cruzeiro colidir com um cais e um barco turístico em Veneza, ferindo quatro pessoas e reacendendo um velho debate na Itália sobre como proteger a cidade histórica, que atrai cerca de 30 milhões de turistas por ano.

“Veneza é única e não podemos permitir que ela seja destruída ainda mais do que já foi”, disse Mariarita Signorini,presidente nacional da Italia Nostra, cuja missão é defender a herança nacional e cultural da Itália.

“Veneza é uma das cidades mais ameaçadas do mundo”, disse ela durante uma coletiva de imprensa em que foi anunciada a decisão de pedir à Unesco que coloque a cidade em sua lista de Patrimônios da Humanidade em risco.

Veneza e sua lagoa já estão na lista de Patrimônios da Humanidade da Unesco, mas a organização Itália Nostra diz que o turismo desenfreado, um êxodo constante de residentes antigos e a degradação ambiental representam uma grande ameaça à sobrevivência da cidade.

Segundo o site na Unesco, a lista de risco visa “encorajar ações corretivas”.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up