August 27, 2019 / 7:12 PM / 3 months ago

Disparidade de gênero e nomes polêmicos ofuscam atrações do festival de Veneza 2019

VENEZA, Itália (Reuters) - O festival de cinema mais antigo do mundo começa em Veneza na quarta-feira com a expectativa da participação de muitos astros de Hollywood e grandes cineastas, mas a falta de diretoras e a inclusão de nomes polêmicos gerou críticas.

Cineasta Roman Polanski 09/12/2017 REUTERS/Charles Platiau

Os cinéfilos estão apostando na aventura espacial de Brad Pitt, na versão do Coringa de Joaquin Phoenix, em um drama baseado no escândalo dos Panama Papers com grande elenco e na história de uma separação como destaques da 76ª edição do Festival Internacional de Cinema de Veneza, realizado na ilha de Lido.

Após alguns anos em baixa, o festival agora é visto como uma plataforma de lançamento de sucessos da temporada de premiações, tendo sediado as estreias de “La La Land: Cantando Canções”, “Gravidade” e “Roma”, que triunfaram no Oscar.

Mas à luz do movimento #metoo, a presença de somente duas mulheres entre 21 diretores na disputa pelo Leão de Ouro, o prêmio principal, e a inclusão do filme mais recente de Roman Polanski na competição provocaram questionamentos.

Em 1977, Polanski se declarou culpado de sexo ilícito com uma garota de 13 anos em Los Angeles. O diretor franco-polonês de 86 anos fugiu dos Estados Unidos por medo de que seu acordo com os procuradores fosse revertido e ele fosse sujeitado a uma longa pena de prisão. Hoje ele mora na Europa.

O diretor vencedor do Oscar foi expulso da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas por violar um código de conduta que esta adotou em 2018 em reação a centenas de acusações de assédio ou agressão sexual contra figuras da indústria do entretenimento.

“Não sou um juiz... sou crítico de cinema. Quando vejo um filme que é realmente bom, não tenho nenhuma dúvida em trazer o filme para o festival”, disse o diretor do evento, Alberto Barbera, à Reuters.

“Haverá pessoas que... não compartilham a mesma opinião que eu, mas não me importo muito no sentido de que... gosto dos filmes, o único critério que posso usar ao selecionar um filme é a qualidade do filme, ou o próprio filme, e não acho que quaisquer outras preocupações deveriam entrar no processo seletivo.”

O drama de Polanski, “An Officer and a Spy”, trata do caso Dreyfus do século 19, e Barbera o classificou como “um dos melhores filmes até agora”.

“Polanski é um dos últimos mestres do cinema europeu”, disse.

As duas diretoras na competição são Haifaa Al-Mansour, com “The Perfect Candidate”, e Shannon Murphy, com “Babyteeth” —em 2018 só havia uma.

Ausente de Cannes devido às regras da competição, a Netflix, gigante do streaming que no ano passado conquistou o Leão de Ouro com “Roma”, volta com títulos que críticos consideraram obrigatórios, entre eles “The Laundromat”, estrelado por Meryl Streep e Gary Oldman e baseado no escândalo dos Panama Papers, e “Marriage Story”, com Scarlett Johansson e Adam Driver.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below