for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Rainha Elizabeth concede título de cavaleiro ao centenário capitão Tom

Capitão Tom Moore após arrecadar 33 milhões de libras para profissionais da saúde no Reino Unido 15/04/2020 REUTERS/Peter Cziborra/

WINDSOR, Inglaterra (Reuters) - O capitão Tom Moore, de 100 anos, que se tornou um herói nacional no Reino Unido ao arrecadar milhões de libras para profissionais da saúde durante a pandemia de Covid-19, se tornará “Sir Tom” nesta sexta-feira ao receber o título de cavaleiro real pela rainha Elizabeth.

O veterano da Segunda Guerra Mundial levantou uma soma recorde de 33 milhões de libras ao completar 100 voltas em seu jardim com a ajuda de uma estrutura de caminhada em abril, às vésperas de seu aniversário.

Seu esforço tocou o coração das pessoas no Reino Unido e no exterior no momento em que o mundo enfrenta a crise do coronavírus, levando o primeiro-ministro Boris Johnson a indicar Moore para a homenagem.

Moore, que se tornou coronel honorário e membro honorário da equipe de críquete da Inglaterra, recebe a antiga honraria no Castelo de Windsor, onde a monarca de 94 anos está abrigada desde março.

Outros eventos da realeza foram adiados por causa do coronavírus e este será um dos primeiros deveres oficiais da rainha desde a imposição de um isolamento.

O Palácio de Buckingham informou que a cerimônia aconteceria em particular com Moore, acompanhado por membros de sua família.

“Eu nunca poderia imaginar que isso aconteceria comigo”, disse Moore em uma mensagem postada no Twitter. “É uma honra tão grande e estou ansioso por conhecer Sua Majestade a Rainha. Será o dia mais especial para mim.”

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up