for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Produtores deixam programa de Ellen DeGeneres em meio a turbulência nos bastidores

Ellen Degeneres discursa durante cerimônia na Calçada da Fama de Hollywood 30/04/2019 REUTERS/Mario Anzuoni

LOS ANGELES (Reuters) - Três importantes produtores do “The Ellen DeGeneres Show” deixaram o popular programa de entrevistas, informou a Warner Bros na segunda-feira, após uma investigação interna sobre queixas de intimidação, racismo e má conduta sexual.

Um porta-voz da Warner Bros Television, que produz o programa, disse na segunda-feira que três produtores haviam deixado o programa.

As saídas ocorreram após semanas de turbulência nos bastidores que minaram a mensagem pública do programa de espalhar bondade e felicidade.

Relatos de um local de trabalho hostil incluem críticas de que DeGeneres é mesquinha. Isso gerou uma campanha na mídia social pedindo sua substituição e declarações públicas de apoio por nomes como Katy Perry, Kevin Hart, Alec Baldwin e Ashton Kutcher.

DeGeneres, de 62 anos, falou na segunda-feira com a equipe de seu programa via Zoom no que a Variety alega ter sido um discurso emotivo e de desculpas.

Segundo a Variety, várias fontes afirmaram que DeGeneres disse à equipe que ela “não é perfeita” e que era “doloroso” ler as alegações sobre o clima no set.

As acusações de um ambiente de trabalho hostil no talk show foram feitas pela primeira vez por ex-funcionários em um artigo do BuzzFeed em julho. A Warner Bros respondeu dizendo que estava investigando e que várias mudanças de equipe estavam sendo implementadas.

“The Ellen DeGeneres Show” ganhou diversos prêmios desde que começou a ser transmitido, em 2003.

Reportagem de Jill Serjeant

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up