11 de Janeiro de 2008 / às 20:06 / em 10 anos

Xadrez e saia-lápis pontuam passarelas para o próximo inverno

Por Fernanda Ezabella

<p>A modelo Gisele Bundchen desfila pela Colcci durante a Fashion Rio Show esta semana. Photo by Bruno Domingos</p>

SÃO PAULO (Reuters) - Saias justas tipo lápis, calças pantalonas e estampa xadrez devem compor o inverno da mulher brasileira. As tendências estão na nova temporada de moda, que começou nesta semana no Rio de Janeiro e continua na próxima quarta-feira em São Paulo.

Além da saia-lápis, a consultora de moda Gloria Kalil também vem observando no Fashion Rio a vontade dos estilistas por um inverno mais colorido e com detalhes feitos de laços.

“Estamos vendo mais cor e muitos laços. Laço nas costas, laço no pescoço, laço no ombro. Também há um bom uso de malharia e bastante tricô”, afirmou Gloria Kalil.

Para Ricardo Oliveros, que cobre o evento para revista especializada L‘Officiel, outra peça importante da estação deverá ser a calça pantalona. Segundo ele, as grifes também estão apostando bastante na cor rosa e suas variações, além de babados e estampas florais.

O xadrez vem aparecendo com força nas passarelas cariocas, cuja temporada acaba no sábado, após 30 desfiles. A estampa surgiu nas criações da Colcci, ponto alto do evento por trazer a top Gisele Bundchen.

Em São Paulo, o xadrez também irá pontuar algumas coleções, como a Do Estilista, assinada por Marcelo Sommer. Suas peças foram inspiradas nos anos 1990 e tem o fogo como tema.

“Várias coisas têm uns efeitos de fogo, como na construção das roupas e no efeito gráfico de bordados e xadrezes”, disse Sommer.

A influência de criadores europeus continua sendo uma polêmica na temporada brasileira. Kalil mostrou-se animada com um inverno mais tropical, livre de referências européias, enquanto Oliveros acredita que pouca coisa mudou.

“Estava muito curiosa para ver o que os brasileiros iam fazer porque as coleções do inverno europeu foram muito difíceis para influenciar nosso inverno”, disse Kalil. “Ou as coleções eram muito alta-costura ou muito sem graça e sem propostas nítidas.”

Já Oliveros afirmou que Prada e Lavin foram as mais copiadas nas passarelas cariocas. “É muito triste”, disse Oliveros. “Mas quem sabe de tanto copiar um dia consigamos extrair alguma autenticidade.”

Entre algumas marcas que apresentaram suas novas coleções até agora estão Mara Mac, Tessuti, Cavendish e TNG e Colcci.

“Não saberia dizer quais foram melhores (desfiles). Não teve nenhum que me matou de impressionar, mas todos ofereceram boas peças pelo menos”, afirmou a consultora de moda.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below