7 de Novembro de 2008 / às 19:20 / em 9 anos

BBC transmitirá pedido de desculpas por escândalo "Manuelgate"

LONDRES (Reuters) - A rádio britânica BBC vai transmitir um pedido de desculpas no sábado depois de um “ofensivo” trote telefônico feito pelos apresentadores Jonathan Ross e Russell Brand, que provocou milhares de reclamações e uma onda de protestos.

Durante o programa de Brand na rádio 2, no dia 18 de outubro, Brand e Ross deixaram mensagens grosseiras na secretaria eletrônica do ator Andrew Sachs, de 78 anos.

Os apresentadores brincaram que Brand havia dormido com Georgina Baillie, a neta de 23 anos de Sachs. O ator é conhecido pelo papel do garçom espanhol Manuel, na série britânica “Fawlty Towers”.

A cobertura da mídia sobre o episódio, denominado de “Manuelgate” pelos jornais, despertou mais de 30.000 reclamações contra a BBC, além de pedidos pela demissão dos apresentadores.

Brand e Lesley Douglas, o chefe da radio 2, se demitiram, enquanto Ross, um dos mais bem pagos da BBC, foi suspenso por 12 semanas sem pagamentos.

O BBC Trust, órgão que supervisiona a radiodifusora, ordenou que a corporação transmita um pedido de desculpas pelas sérias quebras de padrões editoriais.

A BBC disse que isso seria feito na rádio 2 em horários que antes teriam programas apresentados por Brand e Ross.

“No dia 18 de outubro, a BBC transmitiu um diálogo entre Russel Brand e Jonathan Ross no programa Russell Brand na rádio 2. A transmissão envolveu o ator Andrew Sachs e sua neta, Georgina Baillie”, dirá o pedido de desculpas.

“Partes deste diálogo foram registradas na secretária eletrônica do sr. Sachs. A conversa era muito ofensiva e uma intrusão inaceitável nas vidas privadas do sr. Sachs e da srta. Baillie. Foi uma séria quebra de padrões editoriais, que nunca deveria ter sido gravada ou transmitida. A BBC gostaria de pedir desculpas sinceras ao sr. Sachs, à srta. Baillie e aos nossos ouvintes”.

Baillie, que integra o grupo de dança Satanic Sluts, disse nesta semana que acreditava que os dois apresentadores deveriam ser readmitidos.

“Eu estava muito brava quando disse que os dois deveriam ser despedidos, mas acho que a suspensão foi o bastante”, disse Baillie em uma entrevista ao canal 5.

“Acho que foi fora de proporção ao que aconteceu, e não odeio nenhum dos dois”.

Reportagem de Michael Holden

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below