8 de Janeiro de 2009 / às 13:23 / 9 anos atrás

ESTRÉIA-Daniel Auteuil vive personagem cômico em "Dois em Um"

SÃO PAULO (Reuters) - A premissa da comédia francesa “Dois em Um” faz lembrar o sucesso brasileiro “Se Eu Fosse Você”. A piada principal, aliás, é bem parecida, em torno das confusões que acontecem quando alguém, neste caso, um espírito, entra na mente ou no corpo de outra.

<p>A premissa da com&eacute;dia francesa "Dois em Um" faz lembrar o sucesso brasileiro "Se Eu Fosse Voc&ecirc;". A piada principal, ali&aacute;s, &eacute; bem parecida, em torno das confus&otilde;es que acontecem quando algu&eacute;m, neste caso, um esp&iacute;rito, entra na mente ou no corpo de outra. REUTERS/John Schults</p>

”Dois em Um“, que estréia em São Paulo, começa com um cantor brega dos anos de 1980, Gilles Gabriel (Alain Chabat, de ”Asterix e Obelix: Missão Cleópatra), em seu carro curtindo um revival de suas músicas, quando atropela o contador Jean-Christian Ranu (Daniel Auteuil, de “Cachê”).

O cantor bate a cabeça e morre, mas seu espírito vai parar dentro da mente de sua vítima.

Ranu é um sujeito muito certinho, cheio de manias estranhas - como dormir com a roupa de trabalho às oito e meia da noite - e apaixonado por sua chefe, Muriel (Marina Foïs). Mas a empresa onde trabalham não anda muito bem das pernas. Assim, o emprego de Ranu está por um fio. No mínimo, ele será transferido para Bucareste.

Enquanto habita o corpo de Ranu, Gilles tenta travar contato com sua viúva, descobrindo que ela o trai - ao menos é o que parece.

Seguem-se uma série de confusões e mal-entendidos que resultarão na transformação do protagonista, que deve se tornar uma pessoa mais interessante e descolada depois que aceita conviver com o espírito do cantor dentro de sua cabeça.

Escrito e dirigido por Bruno Lavaine e Nicolas Charlet, “Dois em Um” recorre a situações muitas vezes absurdas, que parecem mais dirigidas ao público francês.

Daniel Auteuil tem-se mostrado um grande ator em dramas, mas nesta comédia parece um pouco deslocado, numa história bastante previsível.

(Por Alysson Oliveira, do Cineweb)

* As opiniões expressas são responsabilidade do Cineweb

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below