20 de Março de 2009 / às 19:48 / em 9 anos

Governo italiano pretende ajudar setor da moda

Por Marie-Louise Gumuchian

<p>A It&aacute;lia pretende ajudar seu setor de moda com um plano que inclui incentivos fiscais e acessos a recursos, para empresas que est&atilde;o sentindo os efeitos da crise econ&ocirc;mica global. REUTERS/Dylan Martinez/Files</p>

MILÃO (Reuters) - A Itália pretende ajudar seu setor de moda com um plano que inclui incentivos fiscais e acessos a recursos, para empresas que estão sentindo os efeitos da crise econômica global.

A indústria da moda avisou que seus membros correm o risco de “desabar”. As companhias pequenas são as mais duramente atingidas pela queda na demanda por roupas e acessórios.

O ministro da Indústria, Claudio Scajola, reuniu-se na quinta-feira com representantes do setor, que estão buscando ajuda para os setores de roupas, têxteis, artigos de couro e calçados.

O plano inclui créditos fiscais para a produção de novas amostras e coleções, disse o Ministério.

O Sistema Moda Italia (SMI), que representa a indústria têxtil e de roupas, disse que também incluiu 50 milhões de euros (68,47 milhões de dólares) em recursos para produtos que se enquadram nos padrões de saúde e meio ambiente e outros 120 milhões de euros para ajudar a cobrir custos específicos.

“As propostas ... vão na direção certa”, disse o diretor do SMI, Michele Tronconi, em comunicado à imprensa.

De acordo com ele, outras solicitações relativas a subsídios sociais para profissionais demitidos serão feitas ao Ministério do Bem-Estar Social.

Scajola disse que o objetivo é “proteger um setor que é fundamental para a indústria ‘Made in Italy’ e criar condições para que suas empresas possam ser mais competitivas nos mercados quando a crise chegar ao fim”.

A iniciativa acontece no momento em que o governo prometeu criar um fundo de mais de 1 bilhão de euros para ajudar pequenas e médias empresas.

A crise também se fez sentir nas passarelas de Nova York, Londres, Milão e Paris nos desfiles recentes de outono/inverno, em que as maisons, especialmente as menores, reduziram suas despesas com os desfiles. Algumas deixaram de fazer desfiles, simplesmente.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below