27 de Maio de 2009 / às 14:30 / em 8 anos

Broadway tem arrecadação recorde apesar de recessão

Por Claudia Parsons

<p>Foto de arquivo do elenco do musical "Cats" em performance. 14/04/2009. REUTERS/Edgar Su</p>

NOVA YORK (Reuters) - Os teatros da Broadway desafiaram a recessão, alcançando um recorde de vendas de ingressos na temporada 2008/09. A Liga da Broadway atribuiu os bons resultados a uma necessidade de escapismo.

A associação comercial que representa os proprietários, operadores e produtores teatrais anunciou que nos 12 meses que se encerraram em 24 de maio foram vendidos 12,15 milhões de ingressos na Broadway, número um pouco inferior aos 12,27 milhões da temporada anterior.

Mesmo assim, os produtores conseguiram elevar a arrecadação bruta em 6 milhões de dólares, ou 0,6 por cento, para 943,3 milhões, superando o recorde anterior de 938,5 milhões de dólares marcado na temporada de 2006/07.

“Como já comprovamos, se você oferece um bom espetáculo, as pessoas vêm vê-lo, mesmo em meio a uma recessão econômica”, disse em comunicado a diretora executiva da Liga da Broadway, Charlotte St. Martin. “As pesquisas já comprovaram que o teatro oferece uma válvula de escape do cotidiano, e, especialmente durante estes tempos difíceis, estamos proporcionando às platéias uma razão para vir assistir a um espetáculo.”

Quarenta e três espetáculos novos estrearam na temporada -- o maior número de estreias desde a temporada 1982/83.

O escapismo também é visto como responsável pelo aumento dos números do setor do cinema, que vem assistindo a uma alta de dois algarismos nas bilheterias.

O fato de que a Broadway está conseguindo se manter rentável é importante para o turismo de Nova York. Estima-se que 65 por cento do público da Broadway seja formado por turistas norte-americanos e estrangeiros.

A Liga da Broadway diz que os 39 teatros de seu famoso distrito teatral contribuem com 5,1 bilhões de dólares por ano para a economia de Nova York, além das vendas de ingressos, e garantem 44 mil empregos.

Entre os maiores sucessos da temporada estiveram revivals dos musicais clássicos “Hair” e “West Side Story”.

A Liga da Broadway também atribui as ótimas vendas de ingressos à concentração de astros famosos, entre eles Katie Holmes, Angela Lansbury, James Gandolfini e Susan Sarandon.

O grande favorito na disputa pelos prêmios maiores da Broadway, os Tony, é “Billy Elliot, The Musical”, que recebeu 15 indicações. A entrega dos Tony acontecerá numa cerimônia em 7 de junho.

“Next to Normal”, musical sobre uma família suburbana que enfrenta uma crise, recebeu 11 indicações, enquanto “Hair” e “Shrek The Musical”, baseado no livro de 1990 e no filme da DreamWorks de 2001 premiado com o Oscar, sobre um ogro verde e uma princesa, foram indicados para oito Tony cada.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below