10 de Julho de 2009 / às 14:46 / em 8 anos

Gana está mudando imagem da África, diz Bono

Por Peter Cooney

<p>Cantor do U2, Bono, disse que Gana est&aacute; mudando imagem da &Aacute;frica. REUTERS/Gary Hershorn</p>

WASHINGTON (Reuters) - Quando Barack Obama chegar a Gana na sexta-feira para sua primeira visita à África subsaariana, uma nova face dos Estados Unidos se encontrará com uma “nova face da África”, disse o ativista social e roqueiro irlandês Bono, vocalista do U2.

Em um artigo no New York Times nesta sexta-feira, horas antes da chegada de Obama à África, Bono escreveu que se o primeiro presidente negro dos Estados Unidos estivesse fazendo uma viagem sentimental à África, “ele teria ido ao Quênia”, a terra natal de seu pai.

“Ele fez uma opção diferente e está bastante certo quanto ao motivo”, acrescentou Bono. “Apesar da beleza inacreditável do Quênia e suas recentes vitórias contra o mosquito anopheles, a corrupção ainda dolorosa no país e a instabilidade política confirmam muitas das manchetes que nós no Ocidente lemos sobre a África.”

“Gana as desmente”, escreveu Bono, que há muito tempo luta contra a pobreza e a Aids na África. “Calma, modesta, mas também heroicamente, Gana está cuidando de mudar a imagem do continente. A nova face da América encontra a nova face da África”.

Bono disse que Gana, país do oeste da África, é um Estado bem-governado onde o poder trocou de mãos pacificamente depois da última eleição e que também está resistindo à tempestade econômica mundial.

“Ninguém vazou para mim uma cópia do discurso do presidente em Gana, mas é bastante certo que ele se concentre não nos problemas que afligem o continente, mas nas oportunidades de uma África em ascensão”, escreveu Bono.

“Se for isso o que ele fizer, os maiores cumprimentos virão dos membros da crescente classe média africana, que estão cansados de serem tratados com arrogância e de escutar a música de seu majestoso continente em um tom menor.”

Bono observou que ele frequentemente falou das crises e tragédias que afligem a África, “mas como o exemplo de Gana deixa claro, este é apenas um acorde.”

“Em meio à pobreza e doença há oportunidades de investimento e crescimento - investimento e crescimento que não eliminarão do dia para a noite a necessidade de assistência... mas que com o tempo pode construir estradas, escolas e redes de eletricidade e impulsionar o comércio até o ponto em que a ajuda seja substituída pela parceria comercial, acordos de negócios e renda interna crescente”, escreveu o cantor.

Bono disse que Obama pode acelerar o processo tendo como alvo a corrupção na África.

Citando a Millennium Challenge Corporation, principal fundo de desenvolvimento do governo dos EUA, criado pelo ex-presidente George W. Bush, Bono disse que os dólares da ajuda norte-americana “cada vez mais vão para países que os usam e não os desperdiçam.”

“Gana é um deles. Há cada vez mais outros”, disse.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below