30 de Dezembro de 2010 / às 22:20 / em 7 anos

Mundo estranho 2010: soprem a vuvuzela para o ano do polvo

Por Paul Casciato

LONDRES (Reuters Life!) - As previsões surpreendentes de um polvo, o som ensurdecedor da vuvuzela e a dificuldade irritante de pegar aviões ao redor do globo são apenas alguns dos itens que serviram de material para boas risadas em 2010.

A notícia de que um homem siciliano roubou guloseimas e chicletes só para ser preso e não ter que passar o Ano-Novo com a família estava liderando o ranking de notícias bizarras do ano.

Mas isso foi antes de um homem italiano ser esfaqueado por seu filho depois de uma briga sobre quais táticas deveriam adotar para um jogo de videogame de futebol online.

Na Islândia, um vulcão entrou em atividade, causou caos aéreo na Europa e espalhou piadas na Internet sobre a coincidência da erupção do vulcão com o colapso de bilhões de dólares dos bancos na Islândia, algo que enfureceu poupadores em toda a Europa.

Com nuvens de fumaça ou não, a segurança aeroportuária da Inglaterra falhou em deter duas mulheres que tentavam contrabandear um familiar morto usando óculos de sol num voo para a Alemanha.

Na Internet, a infidelidade por mensagens de celular, Facebook e Twitter mostraram os perigos virtuais da comunicação instantânea.

A estrela do golfe Tiger Woods e o apresentador de TV Jesse James, que era casado com a atriz de Hollywood Sandra Bullock, foram dois dos que arruinaram sua vida amorosa em parte porque tentaram armar encontros fora do casamento via mensagens de celular.

“É a marca de batom no celular, uma prova digital de que você foi infiel”, disse Peter Dedman, da Predicto Mobile.

E o Oxford English Dictionary teve que dar as boas vindas à palavra vuvuzela, a trompeta plástica que imperou durante a Copa do Mundo de futebol.

O incessante barulho emitido por fãs durante a Copa na África do Sul anulou quase todos os outros sons, se transformou num aplicativo do iPhone, uma sensação no YouTube, e foi finalmente banida pela autoridade europeia do futebol, a Uefa.

Paul, o polvo-oráculo que pulou para a fama com sua habilidade surpreendente de prever os resultados dos jogos da Alemanha durante a Copa, morreu em outubro depois de desapontar seus fãs locais ao prever que a seleção germânica ia perder o jogo da semi-final para a Espanha, que acabou sagrando-se campeã do torneio.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below