26 de Janeiro de 2011 / às 18:47 / 7 anos atrás

Documentários exibidos em Sundance oferecem visão ampla do mundo

PARK CITY, Estados Unidos (Reuters) - A violência contra manifestantes iranianos, como as grandes empresas infiltram o sistema de justiça dos EUA, um retrato inspirador do piloto Ayrton Senna -- todos esses são temas de documentários que estão conquistando fãs em Sundance 2011.

<p>Diretor Morgan Spurlock promove seu document&aacute;rio "The Greatest Movie Ever Sold" durante o Festival Sundance, em Park City, Utah. Mais de duas d&uacute;zias de filmes de document&aacute;rios est&atilde;o sendo exibidos nesta semana no festival. 23/01/2011 REUTERS/Mario Anzuoni</p>

Mais de duas dúzias de filmes de não ficção estão sendo exibidos nesta semana no Festival Sundance de Cinema, em Park City, Utah.

O ator, ativista e promotor de Sundance, Robert Redford, está ajudando a fazer do festival um lugar crucial para documentaristas de todo o mundo.

Quatro dos documentários indicados ao Oscar nesta semana -- “Gasland”, “Restrepo”, “Lixo Extraordinário” e “Exit Through the Gift Shop” -- fizeram suas estreias em Sundance 2010. E, quando Oprah Winfrey anunciou seu novo clube de documentários de sua rede de TV OWN, escolheu o festival Sundance deste ano para fazê-lo.

Com influências tão poderosas, o fato é que, quando um documentário é exibido em Sundance, as pessoas tomam nota.

Alguns dos filmes de não ficção deste ano são movidos pela fama de seus temas. É o caso de “Troubadours”, sobre os cantores Carole King e James Taylor.

“Becoming Chaz” conta como a filha da cantora Cher mudou de sexo, e “Reagan” examina as contradições do ex-presidente americano, pouco antes do centenário de seu nascimento, 6 de fevereiro.

Outros filmes, como “The Greatest Movie Ever Sold”, de Morgan Spurlock, e “Project Nim”, do premiado com o Oscar James Marsh, atraíram plateias devido à notoriedade de seus diretores. E houve ainda alguns que ganharam fãs da maneira antiga: comovendo corações e mentes e expondo injustiças.

“Senna” levou seis anos para ser feito e foi condensado a partir de 5.000 horas de imagens iniciais. O filme eletrizou a plateia com seu retrato trágico e inspirador da famosa batalha do piloto brasileiro de Fórmula 1 contra seu eterno inimigo, o francês Alain Prost.

O filme oferece ao espectador uma visão eletrizante do que o três vezes campeão mundial, considerado por muitos o maior piloto de F1 que já existiu, enxergava na pista, e como o carismático esportista inspirou os brasileiros durante tempos econômicos difíceis.

O filme mostra Senna ao mesmo tempo instigante e modesto, e já há planos para seu lançamento em partes da Europa e Ásia.

“The Green Wave”, o relato mais direto já feito do levante iraniano que se seguiu à eleição presidencial de 2009, integra imagens reais de manifestantes com visualizações animadas de depoimentos de blogueiros sobre como foram brutalmente presos e espancados.

O filme oferece imagens animadas abstratas que acompanham depoimentos sobre medo e em alguns casos tortura, incluindo o relato de um jovem de 21 anos sobre como foi enfiado em uma cela lotada cujos integrantes foram todos espancados, vários deles até a morte.

“The Last Mountain”, sobre os efeitos devastadoras da extração de carvão em montanhas, foi elogiado por ambientalistas. “The Redemption of General Butt Naked”, sobre um brutal senhor de guerra liberiano que se tornou evangélico, destaca um personagem fascinante.

Mais detalhes sobre os documentários podem ser encontrados em www.sundance.org.

Reportagem de Christine Kearney

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below