21 de Fevereiro de 2011 / às 17:41 / em 7 anos

Casamento real britânico: Beckham estará presente, mas Obama não

LONDRES (Reuters Life!) - A notícia de que os convites para o casamento real britânico já foram postos no correio desencadeou especulações na mídia, com a informação de que o ex-capitão da seleção inglesa de futebol David Beckham e o rei do Barein estarão presentes, mas não o presidente norte-americano, Barack Obama, nem Sarah Ferguson (ex-nora da rainha Elizabeth).

<p>Pr&iacute;ncipe William e sua noiva Kate Middleton no pal&aacute;cio St. James, em Londres. Especula&ccedil;&otilde;es na m&iacute;dia sugerem que David Beckham e o rei do Barein estar&atilde;o presentes no casamento, mas n&atilde;o o presidente norte-americano, Barack Obama. 16/11/2010 REUTERS/Suzanne Plunkett/Arquivo</p>

Observadores da família real britânica dizem que Beckham, que trabalhou com o príncipe William na tentativa fracassada da Inglaterra de sediar a Copa do Mundo de 2018, e sua mulher, a ex-Spice Girl Victoria, estarão entre os 1.900 convidados para a cerimônia na Abadia de Westminster em 29 de abril.

Outros felizardos a receber os convites incluem duas ex-namoradas de William, Jecca Craig e Olivia Hunt, e Rupert Finch, um ex-namorado de Kate Middleton, disseram os jornais.

O popstar Elton John, que era amigo da falecida mãe de William, a princesa Diana, e cantou no funeral dela, também deve ir ao casamento, disseram os jornais. Ele disse à Reuters no mês passado que achava que não receberia um convite.

Entre os 40 integrantes de realezas estrangeiras a ser convidados está o rei do Barein, uma decisão criticada pela mídia britânica, na medida em que a ilha vem tendo protestos e derramamento de sangue, em seus piores distúrbios em anos.

Mas Obama e o presidente francês, Nicolas Sarkozy, ficarão de fora, já que o casamento não é classificado como um evento de Estado.

Sarah Ferguson, ex-mulher do príncipe Andrew, tio de William, com quem se casou na Abadia de Westminster em 1986, também ficou de fora da lista de convidados, disse a mídia.

O gabinete de William se negou a confirmar quem foi convidado, mas jornais divulgaram que a rainha Elizabeth e o príncipe Charles, pai de William, aprovaram a lista de convidados.

“O casal tomou as próprias decisões sobre quem convidar”, disse ao tablóide The Sun um assessor real não identificado.

Funcionários da família real confirmaram que mil convidados são amigos e familiares dos noivos, 50 serão membros da família real britânica e 40 serão membros de famílias reais de outros países.

Haverá 200 convidados do governo britânico, Parlamento e serviço diplomático, 80 das organizações de caridade com as quais William trabalha, 30 pessoas das Forças Armadas e 60 figuras de alto escalão de países da Comunidade Britânica.

Cerca de 600 pessoas foram convidadas para um almoço no Palácio de Buckingham após o casamento e outras 300 para um evento à noite cujo anfitrião será o príncipe Charles.

Reportagem de Michael Holden

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below