17 de Outubro de 2011 / às 11:23 / em 6 anos

'Gigantes de Aço' bate 'Footloose' nas bilheterias dos EUA

Por Lisa Richwine

Hugh Jackman na estreia de "Gigantes de Aço", em Los Angeles. Os robôs de "Gigantes de Aço" saíram-se melhor do que a garotada de "Footloose", refilmagem do clássico dos anos 1980, mantendo-se na liderança das bilheterias norte-americanas pela segunda semana consecutiva. 02/10/2011 REUTERS/Danny Moloshok

LOS ANGELES (Reuters) - Os robôs de “Gigantes de Aço” saíram-se melhor do que a garotada de “Footloose”, refilmagem do clássico dos anos 1980, mantendo-se na liderança das bilheterias norte-americanas pela segunda semana consecutiva.

“Gigantes de Aço” obteve cerca de 39,6 milhões de dólares em vendas de ingressos no mundo em três dias, disse no domingo a distribuidora Walt Disney Co. Desse total, o filme ganhou 16,3 milhões de dólares nos cinemas do Canadá e EUA.

“Footloose”, a história de adolescentes que desafiam a proibição contra danças em uma cidadezinha norte-americana, ficou atrás, com 16,1 milhões de dólares, nos cinemas nos dois países.

O fato de ser uma história que agrada à família toda ajudou “Gigantes de Aço” a ficar em primeiro lugar, disse Dave Hollis, o vice-presidente executivo da Disney para venda e distribuição de filmes.

O filme, produzido pela DreamWorks, traz no elenco Hugh Jackman como o pai que se aproxima do filho ao restaurarem juntos um robô que participará de uma luta de boxe.

Até agora o filme já fez 51,7 milhões de dólares nos cinemas norte-americanos, além de 56,6 milhões no mercado internacional, somando globalmente 108,3 milhões de dólares.

A estréia de “Footloose” ficou de acordo com as expectativas do estúdio. A refilmagem, que custou cerca de 24 milhões de dólares, traz Dennis Quaid como o pregador local e atores desconhecidos nos papéis principais. Kevin Bacon estrelou o filme original em 1984.

No terceiro lugar nas bilheterias do final de semana está o filme de horror “A Coisa”, com fracos 8,7 milhões de dólares. O filme, sequência do sucesso de 1982, fala sobre uma equipe de cientistas que viaja para a Antártida para investigar uma criatura alienígena. A produção custou cerca de 38 milhões de dólares.

O drama político “The Ides of March”, dirigido e coestrelado por George Clooney, obteve 7,5 milhões de dólares em seu segundo final de semana nos cinemas, ficando em quarto lugar. Clooney também ajudou a escrever o roteiro sobre escolhas morais durante as primárias entre dois políticos que concorrem à presidência.

Em quinto lugar ficou “Dolphin Tale”, baseado em um livro que relata a história real de um golfinho ferido que é reabilitado, recebendo uma prótese na cauda. O filme obteve 6,3 milhões de dólares nos Estados Unidos no fim de semana.

A nova comédia “The Big Year” foi um fiasco. Com um elenco de pesos-pesados como Steve Martin, Owen Wilson e Jack Black no papel de observadores de pássaros, o filme ficou em nono lugar com apenas 3,3 milhões de dólares nas bilheterias norte-americanas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below