27 de Janeiro de 2014 / às 11:03 / 4 anos atrás

Daft Punk e Lorde levam prêmios principais na festa do Grammy

Por Mary Milliken e Piya Sinha-Roy

Pharrell Williams aceita o prêmio de álbum do ano em nome da dupla Daft Punk por "Get Lucky", durante o 56º Prêmio Grammy, em Los Angeles, Califórnia. Duas atrações pouco convencionais, a música eletrônica francesa do Daft Punk e a adolescente da Nova Zelândia Lorde, levaram para casa os principais prêmios do Grammy na noite de domingo, numa festa que premiou robôs e novatos e reconheceu o direito de todas as pessoas ao casamento. 26/01/2014. REUTERS/Mario Anzuoni

27 Jan (Reuters) - Duas atrações pouco convencionais, a música eletrônica francesa do Daft Punk e a adolescente da Nova Zelândia Lorde, levaram para casa os principais prêmios do Grammy na noite de domingo, numa festa que premiou robôs e novatos e reconheceu o direito de todas as pessoas ao casamento.

Pela primeira vez no Grammy ou em qualquer outra grande premiação norte-americana, 33 casais, do mesmo sexo ou não, foram casados pela cantora Queen Latifah, ao som do hino dos direitos gays, “Same Love”, de Macklemore & Ryan Lewis. A cantora Madonna apareceu com um conjunto branco e um chapéu de caubói para concluir a cerimônia com “Open Your Heart”.

A glamourosa noite da indústria da música também teve os dois Beatles ainda vivos, Paul McCartney e Ringo Starr, numa rara apresentação conjunta, marcando o aniversário de 50 anos do estouro da banda na TV norte-americana.

Na premiação, o duo robótico Daft Punk levou o prêmio de melhor álbum do ano por “Random Acess Memories” e gravação do ano com o sucesso dançante “Get Lucky”, em que participam Pharell Williamns e Nile Rodgers.

Rodgers elogiou o duo francês por fazer o som eletrônico usando música gravada de forma analógica, chamando isso de “um trabalho de amor”.

“O fato de eles terem decidido fazer todo esse esforço, eles tiveram essa visão incrível e acreditaram que conseguiriam algo muito bom ao fazer isso”, disse Rodgers.

Formado no início dos anos 1990 por Thomas Bangalter and Guy-Manuel de Homem-Christo, o Daft Punk foi pioneiro na música eletrônica, que recentemente tomou a indústria pop norte-americana.

Não foi possível saber o que os dois músicos mascarados pensaram a respeito do prêmio porque eles optaram por não fazer declarações como parte da sua performance.

Lorde, de 17 anos, ganhou o Grammy por música do ano com ”Royals“, dividindo o prêmio pela composição com Joel Little. Eles venceram ”Roars“ (Katy Perry) e ”Locked Out of Heaven (Bruno Mars).

“Obrigado a todos que fizeram essa música explodir porque foi incrível”, afirmou Lorde, cujo nome verdadeiro é Ella Yelich-O‘Connor e cujo estilo gótico vai de encontro às normas dos jovens artistas pop.

O prêmio de revelação foi para a dupla de rap Macklemore & Ryan Lewis. A edição número 56 do Grammy também premiou outros novatos.

Kacey Musgraves, de 25 anos, levou melhor disco de country com “Same Trailer Different Park”, enquanto Imagine Dragons levou melhor performance de rock.

Também teve um prêmio para Paul McCartney, de 71 anos. A música “Cut Me Some Slack”, resultado da reunião dele com os ex-integrantes do Nirvana, incluindo o líder dos Foo Fighters, Dave Grohl, foi escolhida melhor canção de rock.

Reportagem adicional por Eric Kelsey

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below