October 17, 2011 / 4:38 PM / 8 years ago

Autoimolação de tibetanos degrada budismo, diz monge

PEQUIM (Reuters) - Uma onda de autoimolação de monges tibetanos budistas em um monastério no sudoeste da China é uma forma de extremismo que degrada a religião, disse nesta segunda-feira o monge de uma organização apoiada pelo governo chinês, segundo a mídia estatal.

Oito jovens em áreas de etnia tibetana na província de Sichuan atearam fogo ao próprio corpo desde março, em protesto contra controles religiosos de Pequim, que tacha o líder espiritual deles, o Dalai Lama, de um violento separatista.

“A recente onda de tentativas de autoimolação de monges provocou o espanto e a repulsa do público, fazendo com que ele gradualmente perca a fé”, disse Gyalton, vice-presidente da Associação Budista Provincial de Sichuan.

“O budismo tibetano destaca a benevolência e o cuidado, e é um sistema completo de fé e valores sublimes como resultado de sua oposição à superstição cega”, disse o monge, que é chamado de Buda Vivo.

Gyalton disse que o suicídio por qualquer razão vai contra a natureza humana e é um desvio dos preceitos do budismo.

Na semana passada, a China criticou o Dalai Lama por não denunciar a onda de autoimolações, descrevendo sua postura como uma violação dos princípios budistas.

O último homem a atear fogo ao próprio corpo no sábado era um monge de 19 anos do monastério Kirti na província de Sichuan, disse um ativista tibetano exilado e o grupo Free Tibet, com sede em Londres.

A polícia extinguiu as chamas e bateu no homem, disse o ativista, acrescentando que ele não morreu durante o protesto, mas que seu paradeiro era ignorado.

Em agosto a China prendeu três monges pelo envolvimento na autoimolação, em março, de outro monge chamado Phuntsog, o que provocou uma represália e a prisão por um mês de cerca de 300 monges tibetanos.

A China controla o Tibete desde que tropas comunistas entraram na região em 1950. O país alega que seu governo levou desenvolvimento necessário à região pobre e atrasada.

Reportagem de Michael Martina

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below