19 de Dezembro de 2014 / às 21:44 / em 3 anos

Base de usuários do Twitter sobe 26% no Brasil impulsionada por Copa e eleições

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Twitter deve encerrar 2014 com crescimento de cerca de 26 por cento da base de usuários no Brasil, com tráfego impulsionado por eventos como Copa do Mundo e eleições, além das parcerias com emissoras de televisão.

O resultado de 2014 foi o maior aumento percentual de usuários da plataforma desde 2010 no Brasil, informou a companhia nesta sexta-feira.

A empresa não divulga o número de usuários locais, mas indicou que o país é uma das cinco maiores operações da rede social no mundo. Globalmente, o site de microblogs tem 284 milhões de usuários, comparados aos mais de 1 bilhão de usuários de seu maior concorrente, o Facebook.

Segundo Guilherme Ribenboim, diretor-geral do Twitter para o Brasil, contribuiu para o aumento eventos atípicos como Copa do Mundo e eleições presidenciais. Além disso, a empresa triplicou as parcerias com emissoras de televisão, que promovem a rede social durante sua programação.

“(As parcerias) não são remuneradas por nenhuma das partes, mas geram audiência tanto para a TV como para o Twitter”, declarou o executivo, referindo-se aos casos em que emissoras transmitem ao vivo na TV comentários feitos por usuários na rede social.

Segundo o executivo, a ideia é manter a característica de plataforma que permite interações cronológicas ao vivo. “Temos que continuar sendo ao vivo, ‘conversacional’ e abertos. Vamos cuidar para que qualquer modificação no site respeite essas características.”

Ribenboim disse que a rede social também teve bom desempenho em termos de receitas com publicidade em 2014, apesar de não divulgar números. Segundo ele, a empresa deve manter a estratégia de colocar anúncios no topo da página do usuário e tuítes patrocinados por empresas.

“A publicidade que faz parte do conteúdo tem tremendo resultado do ponto de vista da resposta para as marcas”, disse. Para ele, nos próximos anos haverá uma “sofisticação” das estratégias e serviços de marketing oferecidos pelo Twitter.

“Mas temos cuidado com isso. A gente faz pesquisas para ter certeza que (a publicidade) está dentro do limite do aceitável pelo usuário”, disse.

Dois anos atrás, o Twitter tinha 20 dos 200 maiores anunciantes brasileiros, número que passou para 161 este ano, informou a companhia.

Em 2015, a estratégia de aumento do tráfego passa pelo serviço móvel, que responde atualmente por 72 por cento do uso no Brasil. A rede social firmou parcerias com operadoras de telefonia, como foi o caso da Claro, para acesso grátis ao Twitter, ou seja, sem descontar da franquia de dados do usuário.

“As operadoras são parceiros estratégicos para nós, na medida em que são o ‘pipe’ (canal) da relação com os assinantes”, disse. “Vamos continuar firmando parcerias com elas.”

A empresa pretende no ano que vem ampliar em mais de 70 por cento sua equipe de 63 pessoas no Brasil, onde está há dois anos, tendo atualmente escritórios em São Paulo e Rio de Janeiro.

Por Luciana Bruno

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below