1 de Novembro de 2016 / às 17:26 / um ano atrás

Airbnb diz a usuários chineses que seus dados pessoais serão armazenados localmente

PEQUIM (Reuters) - A empresa norte-americana de aluguéis de curto prazo Airbnb disse aos usuários chineses que armazenará seus dados pessoais localmente, com as empresas de tecnologia estrangeira operando na China respondendo ao aumento da pressão regulatória.

A empresa disse em email a usuários chineses nesta terça-feira que os dados pessoais serão “transferidos, armazenados, usados e processados pelo Airbnb na China... em cumprimento às leis e regulamentações chinesas”.

A medida vem após mensagem num blog na semana passada, no qual o Airbnb anunciou o lançamento de uma entidade chinesa separada, que supervisionará a gestão de dados locais a partir do mês que vem.

Junto com o lançamento da nova entidade chinesa, o Airbnb também anunciou uma série de acordos com autoridades municipais locais, incluindo Shenzhen, Chongqing, Shanghai e Guangzhou.

A China está aumentando a pressão sobre empresas de tecnologia estrangeira do país. Na véspera, o parlamento do país fez nova leitura de um projeto de lei de cibersegurança que obriga empresas de tecnologia estrangeiras a armazenar certos dados empresariais localmente, incluindo dados pessoais.

Por Catherine Cadell

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below