16 de Novembro de 2016 / às 17:12 / um ano atrás

Facebook quer mais transparência em dados sobre anúncios em vídeo

(Reuters) - Dois meses após o Facebook admitir que inflou o tempo médio que os usuários passavam vendo anúncios de vídeo para seus anunciantes, a empresa está prometendo dados melhores para fornecer aos compradores de publicidade um cenário mais claro de como estão gastando seu dinheiro.

A maior rede social do mundo lançou nesta quarta-feira um novo blog em um site chamado Metrics FYI, em que compartilhará atualizações e correções de seus dados.

“Nós queremos garantir que nossos clientes confiem e acreditem nas métricas que estamos fornecendo”, disse à Reuters a vice-presidente de soluções globais de mercado do Facebook, Carolyn Everson.

Conseguir que os anunciantes comprem mais anúncios em vídeo é essencial para a continuação do crescimento de receita do Facebook, uma vez que obtém taxas mais altas de anunciantes do que em anúncios de textos ou fotos.

Em setembro, o Facebook disse aos anunciantes que o tempo médio que os usuários passavam vendo anúncios online foi inflado artificialmente porque estava contando apenas vídeos que foram assistidos por, pelo menos, três segundos, sua referência para uma visualização.

O Facebook deixou de fora aqueles que assistiram menos de três segundos ou que não assistiram ao vídeo de maneira alguma, o que deu aos anunciantes a impressão de que seus vídeos tinham uma performance melhor do que a que realmente tinham.

Por Tim Baysinger

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below