7 de Dezembro de 2016 / às 15:16 / 8 meses atrás

Descontos e propaganda impulsionam vendas de Apple Watch

SÃO FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - As vendas do Apple Watch parecem ter se recuperado em relação a meados do ano, guiadas por um redesign, cortes de preço e propaganda intensa. Apesar disso, analistas afirmam que a demanda de longo prazo para o produto ainda precisa ser provada.

O relógio da Apple é o primeiro produto da companhia norte-americana sob o comando do presidente-executivo Tim Cook e é considerado como um termômetro da capacidade da empresa em encontrar novas fontes de receita para impulsionar seu crescimento atualmente dependente em grande parte do iPhone.

Cook afirmou à Reuters na segunda-feira que as vendas do Watch para consumidores alcançaram novo pico durante a primeira semana da temporada de compras de fim de ano.

Os comentários do executivo ocorreram depois de relatório da empresa de pesquisa de mercado IDC publicado na segunda-feira que pintava um quadro mais difícil para a empresa. Segundo o relatório, as vendas do Watch caíram 71 por cento no terceiro trimestre de 2016.

A drástica mudança na demanda sazonal, também revelada em dados da empresa de pesquisa de mercado Slice Intelligence, amplifica receios de analistas sobre o produto.

"Vamos ver se a demanda continua no próximo trimestre", disse o analista Colin Gillies, da BGC Partners.

Dados da Slice afirmam que as vendas do Watch foram difíceis em julho e agosto e saltaram em setembro, quando o produto teve um novo modelo. A empresa divulgou que as vendas perderam força em outubro e se fortaleceram de novo em novembro. Os preços médios do Watch caíram para 353,19 dólares em novembro ante 393,39 dólares em outubro, segundo a Slice.

A Apple não comentou os dados da Slice. A empresa tem reduzido o preço de varejo do modelo mais básico do Watch ao longo do último ano. O Watch original foi lançado em 2015 com preço a partir de 349 dólares. A Apple reduziu o valor para 299 dólares em março deste ano e cortou de novo em setembro, para 269 dólares.

Enquanto a empresa reduziu os preços, conseguiu cortar os custos também. O modelo de 38 milímetros mais básico deste ano custa 92,78 dólares para ser produzido ante 98,79 dólares do modelo do ano passado, segundo análise da IHS, uma empresa de pesquisa de mercado. O analista Kevin Keller afirmou que a diferença de preços entre o varejo e de produção ainda deixa a Apple com "uma quantidade substancial de dinheiro".

Por Julia Love e Stephen Nellis

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below