9 de Dezembro de 2016 / às 17:30 / um ano atrás

Obama determina revisão de ciberataques em eleição presidencial dos EUA

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ordenou que as agências de inteligência revisem os ciberataques e intervenções estrangeiras na eleição presidencial de 2016 e entreguem um relatório antes que ele deixe o cargo em 20 de janeiro, disse a assessora de segurança nacional, Lisa Monaco, nesta sexta-feira.

Segundo ela, os resultados do relatório serão compartilhados com parlamentares e outros.

“O presidente orientou a comunidade de inteligência a conduzir uma revisão completa do que aconteceu durante o processo eleitoral de 2016... e obter lições com isso e reportar a uma gama de envolvidos, incluindo o Congresso”, disse Monaco a repórteres durante um evento apresentado pelo Christian Science Monitor.

Monaco disse que ciberataques não eram novidade, mas podem ter atingido um “novo limiar” este ano.

Questionada se a equipe de transição do presidente eleito Donald Tump não estava preocupada com a influência da Rússia na eleição ou outras ameaças aos Estados Unidos, como surtos de doenças contagiosas, Monaco disse que ainda era muito cedo para dizer.

Por Jeff Mason

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below