12 de Dezembro de 2016 / às 12:10 / em um ano

Em meio à recessão, Google vê espaço para crescimento de marketing digital no Brasil

SÃO PAULO (Reuters) - O Google ainda vê espaço para crescimento do marketing na Internet no Brasil, mesmo em meio à recessão, devido à crescente digitalização da economia, disseram executivos da empresa, que lançou um relatório sobre o tema nesta segunda-feira.

Foto ilustrativa mostra homem segurando celular, que exibe página do Google em Bordeaux, França 22/08/2016 REUTERS/Regis Duvignau

De acordo com a pesquisa, contratada junto à Deloitte e chamada Impacto Econômico do Google, em 2015, empresas que contrataram os serviços de anúncios AdWords do Google tiveram uma estimativa de retorno entre 3,40 reais e 8 reais para cada 1 real investido neste tipo de publicidade.

A piora no cenário econômico brasileiro neste ano atingiu o mercado de publicidade na Internet, embora de forma menos acentuada, afirmaram executivos do Google, que elaborou a pesquisa em um momento em que rivais como o Facebook estão incrementando sua presença na América Latina.

“A crise afeta o crescimento como um todo, mas no digital isso se sente um pouco menos, porque ainda tem espaço para muitas coisas. A situação do Brasil ainda é de muito espaço para crescimento”, disse o gerente de comunicação do Google, Rafael Corrêa.

Mesmo com perspectivas mais pessimistas, de uma recuperação mais lenta da economia para 2017, o diretor de relações institucionais do Google Brasil, Marcelo Lacerda, acredita que o ritmo de crescimento do modelo de marketing online deve se manter estável.

“Acho que vai continuar na mesma toada. Pode não ter grandes avanços, mas também não vai ter grandes perdas”, disse.

O Google, que não divulga dados sobre faturamento no Brasil, afirmou que o levantamento da Deloitte apurou que empresas e criadores de conteúdo que usaram os serviços da empresa “contribuíram com até 37 bilhões de reais para a economia brasileira em 2015” e que essa atividade econômica apoiou manutenção de até 430 mil empregos em diversos setores.

Como um todo, o Google teve um aumento de 20 por cento na receita global no terceiro trimestre, para 22,45 bilhões de dólares, apoiada em anúncios em dispositivos móveis e no YouTube.

Para os próximos dois anos, a empresa prevê uma série de investimentos no Brasil, incluindo o lançamento de uma nova estrutura de computação em nuvem voltada aos serviços empresariais GSuite em São Paulo, anunciada em setembro.

Além disso, a empresa pretende lançar em 2017 o cabo de Internet submarino chamado Monet, em parceria com um consórcio de companhias, que liga Boca Raton, nos Estados Unidos, à Fortaleza, no Ceará, e Praia Grande, em São Paulo. A companhia tem ainda mais dois projetos do tipo, porém, ainda não há previsão de inauguração.

Por Natália Scalzaretto

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below