14 de Dezembro de 2016 / às 13:48 / em 9 meses

HSBC lança unidade de financiamento para startups na China

HONG KONG (Reuters) - O HSBC lançou uma unidade de financiamento avaliada em 290 milhões de dólares e focada em empresas iniciantes de tecnologia e outros setores na China, intensificando a disputa por negócios com potencial de crescimento em meio à desaceleração da economia asiática.

Impulsionadas por capital de investidores privados nos últimos anos, as promissoras startups de tecnologia da segunda maior economia do mundo têm evitado tradicionais concessores de financiamento, buscando captar fundos diretamente com investidores.

Mas bancos globais não mais querem ser deixados de fora, principalmente depois do sucesso de negócios como Alibaba e Tencent, que viram a receita dobrar de tamanho nos dois últimos anos, apesar do desaquecimento da economia chinesa.

Como resultado, instituições financeiras como HSBC e Citigroup, assim como bancos chineses, estão agora abordando as startups com ofertas de empréstimos e outros serviços bancários.

Ao lançar seu “fundo de inovação” de 2 bilhões de iuans (290 milhões de dólares) para empresas de pequeno e médio portes na província de Guangdong, na região do Delta do Rio das Pérolas, o HSBC planeja atuar nesse segmento promissor e aumentar a base de clientes.

“O cliente alvo será aquele de alta sofisticação, empresas e startups de tecnologia avançada... essas empresas que estão atualizando o uso da tecnologia e a capacidade de inovar”, disse Montgomery Ho, presidente do HSBC na província de Guangdong.

Por Sumeet Chatterjee e Lisa Jucca

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below